Conferência estadual debate ações sobre o meio ambiente nas escolas

28542649258_f49f2132da_o

Com o objetivo de discutir ações que possam fortalecer a cidadania ambiental nas escolas e nas comunidades, foi aberta oficialmente nesta segunda-feira (28/05), no Hotel Sol Bahia, no bairro de Patamares, em Salvador, a III Conferência Estadual Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. O evento, realizado pela Secretaria da Educação do Estado (Sec), tem como tema “As Escolas da Bahia Cuidando das Águas” e também contará, até esta quarta-feira (30), com oficinas e palestras voltadas para a temática. A etapa estadual classificará 19 delegados para representarem o estado na V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente.

Representando o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, o superintende de Políticas para a Educação Básica, Ney Campello, falou da importância de promover a discussão sobre o meio ambiente na escola. “Trazer essa consciência de cidadania ambiental para a escola é formar uma geração capaz de trazer novas perspectivas para a sobrevivência da própria espécie humana. De modo que é uma conferência que tem grande importância estratégica para a rede pública de ensino, que vem muito da concepção do Estado e da Secretaria da Educação de criar unidades sustentáveis na configuração da escola, usando energia solar, reuso da água, coleta seletiva, entre outras ações”, destacou.
O estudante Cliff Correia Sousa, 12, do Colégio Estadual Guedes Andrade, em Itabuna, Região do litoral Sul (a 356 Km de Salvador), explicou o trabalho ambiental realizado na sua unidade. “Nosso projeto foi baseado na plantação de mudas nas nascentes de rios localizados próximos à minha cidade, porque isso evitaria que houvesse o assoreamento dos rios, prejudicando o abastecimento de água na região. Fiquei muito satisfeito pela oportunidade de participar, porque esta é uma forma diferente e mais divertida de aprender”, contou.
Já o estudante Josemar Marques, da Escola Estadual Deputado José Rocha, em Coribe, Região do Extremo Oeste Baiano (a 951 km de Salvador), falou da expectativa de participar dos três dias de conferências. “Minha vontade é fazer novas amizades, conhecer os projetos desenvolvidos pelos colegas nas suas escolas, participar das oficinas e palestras para aumentar o meu conhecimento sobre o assunto e, ainda, quem sabe, ser um dos representantes da Bahia na Conferência Nacional. Com certeza estaríamos bem representados”, disse.
Ainda estiveram presentes à abertura, o secretário do Meio Ambiente do Estado, Geraldo Reis, além de representantes de diversos órgãos e instituições voltados à discussão sobre o meio ambiente.
Confira a programação dos próximos dias:
2º DIA – Terça-feira (29/5)
Manhã e Tarde
Oficinas de seleção dos projetos com os delegados/delegadas
Oficinas com os professores/professoras
1) Cultura da sustentabilidade na Educação Ambiental crítica – Profa. Rosileia Oliveira (UFBA);
2) Comunicação não violenta – um trilhar ecológico – Daniella Araujo (facilitadora e semeadora de Comunicação não violenta) & José Maria Dutra (Ouvidor-geral do Estado, facilitador e praticante de Comunicação Não-Violenta; Terapeuta comunitário em formação)
3º DIA – Quarta-feira (30/5)
Manhã: Plenária Final
12h – Encerramento
41513424855_ac06fb95ec_o                   Foto Emerson Santos (2)