Escolas do Sertão Produtivo realizaram Etapa Escolar dos Projetos Artísticos e Culturais

capa

Escolas circunscritas ao Núcleo Territorial de Educação do Sertão Produtivo – NTE/13 foram palco de uma diversidade de talentos estudantis durante a realização da Etapa Escolar dos Projetos Artísticos e Culturais.

Estudantes dotados de grandes habilidades reinventaram a arte e tornaram o ambiente escolar mais dinâmico participando em massa dos Projetos AVE, TAL, FACE, EPA, PROVE, FESTE, DANCE e ENCANTE, implementados pela Secretaria de Educação do Estado da Bahia.

Participando pela primeira vez do evento, Lucidalva, aluna do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Jorge Amado (Iuiu), foi classificada em 1º lugar no FACE com sua música “Respeite as Diferenças” e falou sobre a importância desse Projeto não só para ela que reside na Fazenda Araçá mas para todos os estudantes domiciliados em cidades pequenas do interior:  “o FACE é importante pois dá oportunidade aos alunos que têm o dom da música de explorarem sua vocação e correrem atrás de seus sonhos”, disse ela.

Para os estudantes do 1º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual D. Pedro I (Sebastião Laranjeiras), Caeli e Danilo que também participaram pela primeira vez, foi uma enorme satisfação concorrerem com outros alunos na Etapa Escolar do Projeto Artístico e Cultural AVE. Sua obra intitulada “Criando e Brincando” composta por dois carros confeccionados com materiais recicláveis que emitem luz e um som musical do estilo “batidão” despertou o gosto de todos e foi classificada em 1º lugar. Ambos afirmaram terem ficado surpresos e ao mesmo tempo felizes com o resultado.

Miryan, aluna do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Antônio Carlos Magalhães (Distrito de Mutans/Guanambi), foi classificada em três Projetos, AVE (1º lugar), TAL (1º lugar) e FACE (2º lugar) com as suas respectivas produções: “Empoderamento negro”, “Saudades” e “Não me deixe Senhor”. A referida aluna que mencionou ter participado do AVE desde seu primeiro ano no Colégio, salientou que sua participação na Etapa Escolar desse ano “foi uma experiência única” e acrescentou ainda que “não queria participar do TAL e do FACE somente com o intuito de ganhar, mas, gostaria de emocionar alguém, de deixar uma mensagem para todas as pessoas que estavam ali”.

1 2 3 4 5 10 11 12 13                        14                                                   15

6    7 8

9