Abertas inscrições para a 7ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia

projeto-energia-eolica
A Secretaria da Educação do Estado da Bahia abriu, nesta terça-feira (2), as inscrições para a 7ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA). Até o próximo dia 31 de maio, gestores, professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual deverão aderir ao evento, que será realizado em 2018, por meio do formulário disponível.
“A FECIBA é uma das iniciativas, por meio da qual, estamos estimulando os nossos estudantes no estudo das Ciências e no interesse pela pesquisa científica, fazendo com que despertem para suas vocações e revelem suas capacidades criativas. É, sobretudo, um momento em que os alunos apresentam o resultado dos projetos desenvolvidos em sala de aula, orientados pelos professores, que têm relação com os lugares onde eles vivem e que, geralmente, apresentam soluções para problemas vivenciados pelas suas comunidades”, destaca o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.
Uma das novidades para a 7ª FECIBA é a premiação com Bolsa de Iniciação Científica Junior do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para os 22 primeiros colocados. Uma das etapas da FECIBA é a realização das Feiras Escolares de Ciências, Matemática e Empreendedorismo, que deverão ocorrer de 1º de agosto e 30 de setembro deste ano. Todos os estudantes poderão participar das feiras escolares independente da série, mas só os projetos dos estudantes do Ensino Fundamental e até o 2º ano do Ensino Médio poderão ser submetidos à FECIBA, tendo em vista que a 7ª edição será realizada no próximo ano letivo.
Na 7ª FECIBA, a modalidade Empreendedorismo também será ampliada, segundo destaca a coordenadora do Programa Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado, Shirley Costa. “Com isto, teremos a perspectiva do envolvimento da construção de conhecimentos, a partir dos aspectos econômicos das regiões onde as escolas estão inseridas. A nossa expectativa é que, com isto, iremos atrair muitos novos projetos voltados ao Empreendedorismo”, afirma.
Para isto, a Secretaria da Educação está fazendo parcerias com instituições que trabalham com o Empreendedorismo na Educação, como é o caso do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), para a realização de oficinas e palestras sobre o tema no próprio SEBRAE e durante a 6ª FECIBA, que acontece no segundo semestre deste ano.

Provas para o processo seletivo da Educação acontecem neste domingo (7)

lei-1
Já estão disponíveis os cartões de inscrição com os locais de provas para os candidatos que irão fazer, neste domingo (7), o Processo Seletivo Simplificado promovido pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia. O processo visa a contratação, por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), de professores e profissionais da Educação. Os cartões de inscrição estão disponíveis no site: www.ibrae.com.br
As provas serão aplicadas no turno matutino, das 8h às 12h, para as funções de professor da Educação Profissional, preceptor de estágio Enfermagem, técnico de Atendimento Educacional Especializado, tradutor/Interprete de Libras, cuidador educacional, braillista, instrutor de Libras, professor, por segmento da Educação e o do técnico de nível médio/mediador. No turno vespertino, das 14h às 18h, serão realizadas as provas para professor da Educação Básica, da Educação Básica no Campo e Professor Indígena.
Vagas – A seleção visa a contratação de 2.483 professores da Educação Básica, Educação no Campo e mais 215 vagas para professor Indígena. O processo seletivo também envolve 961 vagas para a função de técnico de nível médio/mediador para o Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec).
São ofertadas, ainda, 519 vagas destinadas a professores da Educação Profissional e Tecnológica e 211 vagas iniciais para professor substituto da Educação Básica. São mais 157 vagas para preceptor de estágio de Enfermagem das unidades da Educação Profissional e Tecnológica e mais 655 vagas da Educação Especial, destinadas a técnicos de atendimento educacional especializado, tradutor/intérprete de Libras, cuidador educacional, braillista e instrutor de Libras.

Estado realiza recadastramento de inativos da Educação

sac2
Os servidores inativos da Secretaria da Educação (SEC) devem ficar atentos. Já está em curso a terceira etapa do recadastramento da Previdência Estadual, que irá contemplar 54.855 aposentados da pasta. O grupo será convocado a regularizar seus dados funcionais por meio de escalonamento, programado para os meses de abril a junho. O recadastramento de inativos é realizado pela Secretaria da Administração (Saeb), por meio da Superintendência de Previdência.
Devem se recadastrar inativos da capital e interior, de acordo com as letras iniciais de seus nomes. Para o mês de abril, serão convocados servidores cujos nomes iniciem com as letras de A a I. Em maio, será a vez dos aposentados com iniciais de J a M. Por último, no mês de junho, serão recadastrados servidores inativos das iniciais de N a Z.
O recadastramento pode ser realizado em uma das 59 unidades de atendimento do Ceprev da capital e interior, localizadas nos postos SAC e nos Pontos Cidadão, ou ainda no SAC Servidor, que funciona no Multishop Boca do Rio, em Salvador. Ainda é possível agendar o atendimento pelos números 0800 071 5353 / 4020-5353 para os postos SAC Paralela, Salvador Shopping, Feira Centro II, Conquista II e Lauro de Freitas.
Os inativos devem apresentar os originais da carteira de identidade (ou outro documento de identificação oficial), com foto atual e em bom estado de conservação; CPF e comprovante de endereço, como contas de água, luz ou telefone.
A ação tem por objetivo manter atualizados os dados funcionais de todos os inativos do Estado. Mais informações no Portal do Servidor e pelo call center da Previdência Estadual: 0800 071 5353 e (71) 4020 5353.
Casos específicos
Quem residir fora da área de cobertura previdenciária deve efetuar o recadastramento por correspondência, enviando atestado de vida original e os demais documentos autenticados para: SUPREV – Av. Tancredo Neves, n° 776, Bloco A, Bairro Caminho das Árvores, Salvador – Bahia, CEP: 41.820-904. É imprescindível sinalizar na parte externa do envelope a palavra “RECADASTRAMENTO”.
O atestado de vida é uma declaração que pode ser concedida por uma autoridade pública, como médico, delegado, dentre outras confirmando que aquele servidor está vivo e reside no município informado. Um modelo do documento pode ser encontrado no Portal do Servidor, seção Aposentados e pensionistas, opção Recadastramento.
Em caso de impossibilidade de locomoção ou doença grave, o recadastramento pode ser feito mediante procuração por instrumento público (original e cópia), emitida no máximo até seis meses ou através de formulário próprio disponibilizado gratuitamente pela Previdência Estadual, além de atestado médico original emitido em até 30 dias, comprovando a dificuldade no deslocamento ou a doença grave.
Já os casos de falecimento deverão ser imediatamente comunicados pelos familiares do ex-servidor, mediante a apresentação da respectiva certidão de óbito em quaisquer das unidades Ceprev ou no SAC Servidor e pelo envio à Suprev pelos Correios (endereço acima) ou via fax: (71) 3116-5464.
Fonte: Portal do Servidor
17761158_1301939213188872_403071434533292143_o

Secretaria da Educação convoca coordenadores pedagógicos para atuação nas escolas

escola2
Com o objetivo de fortalecer o eixo pedagógico nas escolas, a Secretaria da Educação do Estado está convocando os coordenadores pedagógicos que estão fora das escolas para retornar às unidades escolares. A decisão foi publicada no Diário Oficial da sexta-feira (21) e faz parte das ações adotadas pela Secretaria para a implantação de uma coordenação pedagógica em cada colégio da rede, até o final de 2017.
“Precisamos cuidar do professor e do mais importante a ser alcançado que é o estudante. A Tecnologia é importante, mas é ferramenta, é acessório. Já a pedagogia não pode ser uma agenda, um livro, um papel. Toda escola com coordenação pedagógica, como propulsor de transformação, é o desafio pautado para toda a Secretaria da Educação, que se coloca como ferramenta, como apoio”, destaca o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.
De acordo com a Portaria nº 2675/2017, todos os coordenadores pedagógicos que estejam atuando fora da unidade escolar, com exceção para os educadores investidos em cargo de comissão, devem formalizar requerimento de remoção até o dia 3 de maio, manifestando opções pelas escolas disponíveis e indicadas pela Secretaria para a atuação. Os coordenadores pedagógicos devem protocolar o requerimento na sede do Núcleo Territorial de Educação (NTE) de seu exercício, onde indicará três unidades e os municípios de interesse para a remoção.
Para os preenchimentos das vagas serão observados critérios de classificação presentes na Portaria nº 2675/2017. É importante ressaltar que a remoção independe de autorização ou conhecimento do superior hierárquico da unidade e os casos de omissão serão resolvidos pela Superintendência de Recursos Humanos da Secretaria da Educação do Estado.

Educadores e gestores da rede estadual têm até dia 30 para participar do Formacenso

fmc-a3-v4

Professores, coordenadores pedagógicos e gestores das unidades escolares da rede estadual de ensino têm até o dia 30 de abril para participar do Censo da Formação dos Profissionais da Educação Básica (Formacenso). A iniciativa da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, realizada pelo Instituto Anísio Teixeira (IAT), busca valorizar os profissionais da educação básica, promovendo uma consulta sobre o interesse de participação em processos de formação, com o objetivo de subsidiar a oferta de cursos a serem realizados pelo IAT. O formulário será online e está disponível no endereço formacenso.educacao.ba.gov.br.

 De acordo com o diretor-geral do IAT, Severiano Alves, o Formacenso é o primeiro passo para a execução do Plano de Formação e Desenvolvimento dos Profissionais da Educação Básica, proposto pelo Instituto em articulação com a Superintendência de Políticas para a Educação Básica (Suped). “Precisamos ter um levantamento da real necessidade da rede estadual e, também, dos desejos dos educadores e gestores para o seu plano de carreira. Com a demanda dos profissionais nas mãos, podemos planejar e ofertar cursos de formação continuada”, afirmou Severiano.

A diretora de Formação e Experimentação Educacional, Daday Sales, ressaltou a importância do Formacenso para o processo formativo dos educadores. “Para as ofertas de formação continuada é preciso considerar a formação, a atuação e o interesse dos profissionais que serão atendidos. Com o Formacenso, teremos essas informações atualizadas, o que nos dará melhores condições de planejar a atualização da formação acadêmica, aperfeiçoamento profissional e pedagógico. A Secretaria, por meio do IAT, poderá, dessa forma, promover ofertas que vão ao encontro das expectativas e das necessidades de formação continuada de sua rede e são significativas para os seus profissionais, na perspectiva de assim melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem”, disse Daday.

Plano de Formação dos Profissionais da Educação
O Plano de Formação tem como objetivo contribuir com o cumprimento da meta 16 dos planos nacional e estadual de educação, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação e o decreto Nº 8.752, que trata da Política Nacional de Formação dos Profissionais da Educação Básica, garantindo a melhoria da qualidade da educação básica. O Plano de Formação e Desenvolvimento dos Profissionais da Educação Básica contempla três programas, interdependente e complementares: o de Formação e Desenvolvimento dos profissionais da educação, o de Tecnologias e Mídias Educacionais e o de Pesquisa Inovação Pedagógica, todos desenvolvidos pelo Instituto Anísio Teixeira.

Estudantes criam dispositivo que alerta sobre a má postura

alunos-2

Uma ideia criativa e de baixo custo foi a solução encontrada pelos estudantes Eduardo Costa e Márcio Barros, do 3º ano, do Colégio Estadual Antônio Batista, no município de Candiba, localizado no Núcleo Territorial de Educação de Caetité (762 Km de Salvador), para ajudar os colegas a manterem uma boa postura, ao sentarem nas carteiras escolares. Eles desenvolveram, para a Feira de Ciências da unidade escolar, o “Dispositivo Alertador da Má Postura” (DAMP), que possibilita que o aluno seja informado, por meio de um sensor, quando está sentado de forma incorreta. O trabalho também resultou na conquista de uma bolsa anual do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ).

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, disse que “são projetos como estes que estamos buscando estimular nas nossas escolas, incentivando os jovens a desenvolverem, na prática, os conhecimentos que são trabalhados junto com os professores em sala de aula”, afirma. Pinheiro cita, também, “que a construção destes projetos criam oportunidades para que os nossos estudantes tenham acesso a bolsas de iniciação científica e participem de mostras e feiras nacionais e internacionais, como a Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace), realizada recentemente em São Paulo, onde projetos da rede estadual tiveram destaque”, acrescentou.
O estudante Eduardo Costa disse que a grande motivação para o projeto começou na sala de aula. “Com a motivação de participar da Feira de Ciências do Colégio, tivemos a ideia de trabalhar algo que pudesse ser útil para os estudantes. E este assunto da má postura é sempre recorrente na escola. Primeiramente, achávamos que teríamos que desenvolver um produto mais complexo, mas, com pesquisa e dica de um amigo, pudemos realizar um produto de baixo custo e caseiro que atinge ótimos resultados”, conta Eduardo.
Segundo o inventor, o dispositivo foi criado com base em uma bateria, um motor e três sensores localizados em pontos distintos da carteira escolar, interligados por fios elétricos. Quando o estudante senta na cadeira, automaticamente o dispositivo é acionado e, caso saia da posição correta, o motor faz a cadeira vibrar alertando o aluno.
Eduardo ainda fala sobre a bolsa adquirida junto ao CNPQ. “Conseguimos inscrever o trabalho para essa iniciativa e receberemos, durante todo o ano de 2017, uma ajuda de custo de R$100 por mês. Também estamos classificados para a próxima Feira de Empreendedorismo, Ciência e Inovação da Bahia (FECIBA) e a ideia é aperfeiçoarmos o produto para, futuramente, pensarmos em sua comercialização”, destaca.
Para a professora e orientadora Roberta Marla Costa, o projeto é muito importante porque trabalha a realidade da escola. “O legal é que eles conseguiram produzir algo que pode contribuir para melhorar a postura dos alunos, influenciando diretamente na saúde deles. Por enquanto, o dispositivo está instalado apenas em uma cadeira, como um protótipo, para que possam ser verificadas possíveis necessidades de aperfeiçoamento”, declara.
meninos-ceab-2   alunos-1

Programa Primeiro Emprego busca jovens em mais 12 municípios baianos; veja relação

17918053_1307595939289866_867857934027155194_o

A coordenação do programa Primeiro Emprego está buscando jovens em diversos municípios para que eles possam ser encaminhados para seus postos de trabalho. Aqueles que se formaram na rede estadual de Educação Profissional desde 2015 e obtiveram as melhores notas foram classificados em um ranking feito pela Secretaria da Educação do Estado.

Confira abaixo a lista dos convocados que devem comparecer ao posto do Sinebahia mais próximo a seu município, portando RG, Carteira de Trabalho e Comprovante de Residência.

A meta do programa é oferecer o primeiro emprego para nove mil jovens oriundos da rede estadual de Educação Profissional. São 4.500 vagas entre novembro de 2016 a novembro de 2017, e outras 4.500 entre novembro de 2017 e novembro de 2018, no setor público. A oportunidade pode surgir em secretarias e órgãos do governo estadual, ou ainda empresas públicas e privadas, parceiras do programa. Para mais informações, acesse o site do Primeiro Emprego.

Relação de jovens por município

ITORORÓ

CAMAÇARI

SANTALUZ

JUAZEIRO

SERRINHA

GUANAMBI

CATU

CONCEIÇÃO DO JACUÍPE

IBOTIRAMA

PAULO AFONSO

SENHOR DO BONFIM

CÂNDIDO SALES

O Colégio Estadual Costa e Silva realizou o “Dia D: Juventude em Ação”

 

0

 

 

O Colégio Estadual Costa e Silva, localizado em Suçuarana, distrito de Tanhaçu, realizou o “Dia D: Juventude em Ação” promovendo atividades que fortaleceram a formação da cidadania tanto dos estudantes como da comunidade local.

Visando uma maior conscientização dos estudantes e da comunidade sobre a situação social, política e ambiental do país, bem como a tomada de posicionamento em relação à realidade social aconteceram oficinas como: “Pintando o 7 no muro da Escola”, “Verde que te quero verde” e “Movimentos Sociais”.

Houve ainda uma Roda de Conversa com o tema “Sociedade e Política”, a fundação e implementação do Clube de Ciências “Ecobytes” e a organização do Movimento Estudantil.

No decorrer do evento aconteceu a premiação dos alunos Gabriela Neves (2º A), Marcos Rodrigues (1º B) e Cleiciane Oliveira (2º A) que se destacaram no ano letivo de 2016, observando critérios como histórico de notas, assiduidade, participação nos projetos, comprometimento com as atividades entre outros.

Para a estudante Mirele (3º BV) o projeto “Foi muito importante porque ele nos fez refletir sobre o que queremos para o nosso futuro esclareceu muitas das dúvidas que tínhamos. Além de ter sido um momento de conscientização. Foi muito especial, pois ele nos deixou com mais vontade de lutar pelo o nosso “Brasil melhor” e, que juntos faremos a diferença. A apresentação do clube de ciências que fez com que todos pudessem saber mais sobre a finalidade dele, e despertou interesse aos que querem buscar o melhor pra todos, mostrando que com as nossas diferenças nos completamos”.

A Diretora da UEE, Profª. Adeanne, disse que “o projeto foi um sucesso!” e enfatizou ainda que “a escola não pode se resumir apenas em conteúdos programáticos e que não pode ficar limitada por seus muros. Nós precisamos ir além, temos que nos envolver com a comunidade, com a vida social, para assim promover uma educação que proporcione a formação de cidadãos livres, emancipados, capazes de refletir, criticar e transformar sua realidade”.

 

 

1                                                                                       2                                       17757376_1317217414994580_7517773340569530850_n                                                            17796105_1317217521661236_2772725638344904283_n 17799976_1317218074994514_795251023531809788_n                                                                      IMG-20170406-WA0030 IMG-20170406-WA0031                                                                           IMG-20170406-WA0032                                    IMG-20170406-WA0047                                                                          IMG-20170406-WA0050 IMG-20170406-WA0051                                                                            IMG-20170406-WA0053 IMG-20170406-WA0054                                                                           IMG-20170406-WA0056 IMG-20170406-WA0057                                                                             IMG-20170406-WA0110 IMG-20170406-WA0113                                                                             IMG-20170411-WA0037 IMG-20170411-WA0040                                                                             IMG-20170411-WA0042

Escolas estaduais participaram hoje da 2ª Passeata Azul

CAPA

Nesta sexta feira as ruas do centro de Caetité foram tomadas por uma linda caminhada sobre a conscientização do Autismo promovida pela Associação Anjo Azul composta por pais e amigos de Autistas de Caetité.

Estudantes da rede estadual do município participaram da 2ª Passeata Azul e se sensibilizaram com a crescente busca de qualidade de vida para a pessoa com autismo.

A passeata contou com a participação da FANTEB, Fanfarra do CETEP Sertão Produtivo, que teve no seu repertório a música popular brasileira, e, com os alunos do Centro Estadual de Educação Especial de Caetité – CEEEC.

A Fanfarra marcou o evento que culminou com a sua apresentação no Parque das Árvores, demonstrando assim o compromisso de todos os integrantes na luta em prol dos Autistas.

Para a Psicóloga Elizama Oliveira que é um membro da Associação Anjo Azul “a caminhada foi bastante significativa e teve o objetivo de despertar a população caetiteense para a importância de conhecer o Transtorno do Espectro Autista, além de impulsionar o compromisso social e político a favor da garantia de direitos, já assegurados por lei e a necessidade de inclusão dos mesmos na sociedade”.

A manifestação contou também com a participação de alunos da rede privada e da comunidade em geral que se vestiu de azul e abraçou com muito carinho essa causa que é coletiva.

1 17795881_154147415110366_4047916606921001_n 17796199_154147168443724_6944559578868513751_n 17796338_154147601777014_3697896562889099553_n 17800034_154149145110193_4480483966568118748_n 17800208_154147498443691_7180444028368027272_n 20170407_090100 20170407_090129 20170407_090255 20170407_090322 20170407_090340 20170407_090411 20170407_090426 20170407_090446 20170407_090523 20170407_090721 20170407_090745 20170407_091222 20170407_091226 20170407_091913 20170407_091934 20170407_092030 20170407_092041 20170407_092045 20170407_092056 20170407_092101 20170407_092148 20170407_092314 IMG-20170407-WA0045 IMG-20170407-WA0046 IMG-20170407-WA0047 IMG-20170407-WA0064 IMG-20170407-WA0066 IMG-20170407-WA0082 IMG-20170407-WA0090 IMG-20170407-WA0092 IMG-20170407-WA0096 IMG-20170407-WA0098 IMG-20170407-WA0099 IMG-20170407-WA0100

Projeto Escolas Culturais envolve diretores de 56 escolas em encontro na Secretaria da Educação

17807536_10208754544570125_1284744175690800232_o
Gestores de 56 unidades escolares que estão sendo transformadas em Escolas Culturais participaram de encontro, nesta quinta-feira (6/4), com os secretários e técnicos das Secretarias da Educação (SEC) e Cultura (SECULT) do Estado, para conhecer os processos de funcionamento do projeto. Com a adesão inicial de 85 unidades, em 66 municípios da Bahia, as Escolas Culturais têm o objetivo de potencializar os projetos estruturantes artístico-culturais que as escolas desenvolvem, além de fomentar atividades voltadas para o perfil de cada unidade. A ideia é estruturar os auditórios e outros espaços das unidades com equipamentos para projeção de audiovisual, palco para apresentações artísticas e internet banda larga para o desenvolvimento dos projetos, a exemplo de programas de rádio e fomento ao empreendedorismo, dentre outros.
O encontro aconteceu no auditório da sede da SEC. O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, destacou que a concepção das Escolas Culturais partiu do governador Rui Costa, com o objetivo de ampliar a integração entre a comunidade e as escolas, dando ênfase às atividades culturais. “Nossas escolas já possuem uma prática consistente de incentivo à arte e à cultura, e agora teremos condições de ampliar mais ainda, nessas escolas, estas atividades com foco nos conteúdos pedagógicos, na produção de audiovisual dos estudantes integrada à grade curricular. Quem melhor para contar as histórias do que acontece em cada canto do nosso estado, através da linguagem audiovisual, do que os estudantes?”, indagou. Pinheiro também solicitou que os gestores escolares sejam estimuladores deste processo, para que cada escola possa decidir suas prioridades com o envolvimento dos estudantes, professores e da própria comunidade em que cada escola está inserida.
Para o secretário Jorge Portugal, o contato regular com a arte transforma o estudante em cidadão. “O poder da cultura e suas linguagens artísticas a partir da sala de aula é imensurável, por isso, quando o estudante se aproxima da cultura diariamente, na sala de aula, ele não se torna apenas um aluno competente, mas um ser humano melhor, influenciando toda sua vida pessoal e profissional”, destacou.
A gestão das Escolas Culturais será realizada por meio de uma equipe compartilhada, com representantes da Secretaria da Educação e Cultura, um grupo de trabalho das duas secretarias e representantes dos Núcleos Territoriais e pelos Núcleos de Arte e Cultura (NAC), formado por um professor, dois líderes de classe e um representante Territorial de Cultura. O educador e os dois alunos passarão por uma formação continuada com cursos promovidos em diversas áreas de cultura, ministradas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) e NEOJIBA.
A diretora, Maria Helena de Assis, do Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, em Bom Jesus da Lapa, localizado no Núcleo Territorial de Educação de Bom Jesus da Lapa (NTE 2), a 778 Km de Salvador, falou sobre a importância de participar da iniciativa. “Essa ação vem somar o que desenvolvemos na escola, mas agora nós teremos uma melhor estrutura e recurso para ampliar. Além disso, a cultura é o que faz brilhar a escola e possibilita a educação integral. É uma proposta maravilhosa e nos sentimos honrados em participar das Escolas Culturais”, enfatizou.

O Núcleo Territorial de Educação do Sertão Produtivo, NTE 13, esteve representado por seu Diretor, o Professor André Brandão, pelo Assessor Institucional, Rônalde Afonso e pelas Diretoras de duas das escolas contempladas, as Professoras Roseli Magalhães (Colégio Modelo de Guanambi) e Cristina Gondim (IEAT – Caetité) e para o Prof. André “o evento foi importante, pois, com a parceria entre Secretaria de Educação e Secretaria de Cultura do Estado o projeto vem a fortalecer a produção artística dentro das escolas da rede estadual de ensino, além de potencializar os Projetos Artísticos e Culturais implementados pela SEC.”

1 2 3.                                                                             4