Escolas do Sertão Produtivo realizaram Etapa Escolar dos Projetos Artísticos e Culturais

capa

Escolas circunscritas ao Núcleo Territorial de Educação do Sertão Produtivo – NTE/13 foram palco de uma diversidade de talentos estudantis durante a realização da Etapa Escolar dos Projetos Artísticos e Culturais.

Estudantes dotados de grandes habilidades reinventaram a arte e tornaram o ambiente escolar mais dinâmico participando em massa dos Projetos AVE, TAL, FACE, EPA, PROVE, FESTE, DANCE e ENCANTE, implementados pela Secretaria de Educação do Estado da Bahia.

Participando pela primeira vez do evento, Lucidalva, aluna do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Jorge Amado (Iuiu), foi classificada em 1º lugar no FACE com sua música “Respeite as Diferenças” e falou sobre a importância desse Projeto não só para ela que reside na Fazenda Araçá mas para todos os estudantes domiciliados em cidades pequenas do interior:  “o FACE é importante pois dá oportunidade aos alunos que têm o dom da música de explorarem sua vocação e correrem atrás de seus sonhos”, disse ela.

Para os estudantes do 1º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual D. Pedro I (Sebastião Laranjeiras), Caeli e Danilo que também participaram pela primeira vez, foi uma enorme satisfação concorrerem com outros alunos na Etapa Escolar do Projeto Artístico e Cultural AVE. Sua obra intitulada “Criando e Brincando” composta por dois carros confeccionados com materiais recicláveis que emitem luz e um som musical do estilo “batidão” despertou o gosto de todos e foi classificada em 1º lugar. Ambos afirmaram terem ficado surpresos e ao mesmo tempo felizes com o resultado.

Miryan, aluna do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Antônio Carlos Magalhães (Distrito de Mutans/Guanambi), foi classificada em três Projetos, AVE (1º lugar), TAL (1º lugar) e FACE (2º lugar) com as suas respectivas produções: “Empoderamento negro”, “Saudades” e “Não me deixe Senhor”. A referida aluna que mencionou ter participado do AVE desde seu primeiro ano no Colégio, salientou que sua participação na Etapa Escolar desse ano “foi uma experiência única” e acrescentou ainda que “não queria participar do TAL e do FACE somente com o intuito de ganhar, mas, gostaria de emocionar alguém, de deixar uma mensagem para todas as pessoas que estavam ali”.

1 2 3 4 5 10 11 12 13                        14                                                   15

6    7 8

9

Prazo para o recadastramento de servidores ativos foi prorrogado

21105501_1883560408638471_4779592689409053259_n

Os servidores que não realizaram a validação dos seus dados funcionais até o dia 27 de agosto terão nova chance no período de 28 de agosto a 17 de setembro. O recadastramento deve ser feito, exclusivamente, via internet, no site www.recadastramento2017.ba.gov.br, utilizando a mesma senha usada para acessar o contracheque online do Portal do Servidor. Aqueles que não efetivarem a atualização cadastral no prazo estabelecido estarão sujeitos a penalidades previstas no Decreto 15.960/2015 e no Título V do Estatuto do Servidor Público do Estado da Bahia (Lei nº 6.677/1994). O objetivo da ação é a validação dos locais e jornada de trabalho dos servidores, bem como atualizar informações cadastrais dos servidores, a fim de operacionalizar o sistema de recursos humanos do Estado.

Na segunda etapa do recadastramento, as Diretorias Administrativas de cada órgão vão cadastrar no sistema os nomes, números de matrículas e e-mails dos chefes imediatos de cada servidor. Já na terceira e última etapa, os chefes indicados pela coordenação de recursos humanos de cada unidade irão validar as informações fornecidas na primeira etapa, confirmando-as ou não. Após a validação, a Corregedoria Geral da Secretaria da Administração do Estado da Bahia (CGR/Saeb) será acionada no sentido de verificar as inconsistências e corrigi-las. Paralelamente, os dados validados ficarão numa base temporária e posteriormente comparados com os dados do Sistema Integrado de Recursos Humanos (SIRH).

Secretaria da Educação realiza encontro com gestores escolares em Vitória da Conquista

diretores-de-escolas-estaduais-participaram-do-encontro-dialogo-com-gestores-em-juazeiro-foto-suami
A Secretaria da Educação do Estado realiza, nestas quarta e quinta-feira (30 e 31), o “Diálogo com Gestores” escolares dos Núcleos Territoriais de Educação de Vitória da Conquista (NTE 20), Jequié (NTE 22), Caetité (NTE 13) e Itapetinga (NTE 08). A atividade será realizada no Colégio Modelo de Vitória da Conquista, na quarta-feira, das 8h às 18h, e na quinta-feira, das 8h às 12h30, e contará com as participações do secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, e de técnicos do órgão central.
Este é o último encontro da série, que já reuniu mais de mil gestores dos Núcleos Territoriais de Educação, com o objetivo de fortalecer o eixo pedagógico nas escolas, discutir questões relacionadas ao cotidiano da gestão escolar e estreitar, ainda mais, a relação das unidades escolares com a Secretaria.

UNEB está com inscrições abertas para cursos de pós-graduação na modalidade à distância

21032642_1628128277261374_8323208884263559165_n

A Universidade do Estado da Bahia (UNEB) está com inscrições abertas, até o dia 4 de setembro, do processo seletivo para ingresso na pós-graduação Lato Sensu na modalidade à distância, em parceria com a Secretaria da Educação do Estado. São ofertadas 885 vagas para os cursos de Especialização em Gestão Pública; Gestão Pública Municipal; Gestão em Saúde; Educação à Distância; Interdisciplinar em Estudos Sociais e Humanidades e em Formação de Professores em Letras/LIBRAS, em conformidade com o Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB/CAPES/MEC). As inscrições são realizadas, exclusivamente, via internet, por meio do site: http://www.selecao.uneb.br/unebeadpos2017

De acordo com o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, a oferta desses

cursos vai ao encontro às ações adotadas pelo Estado da Bahia para o fortalecimento do eixo pedagógico nas escolas. “Esta é mais uma iniciativa voltada à formação de professores que atuam na rede estadual e também nas redes municipal de ensino, tendo como ponto fundamental o fortalecimento do eixo pedagógico nas escolas, na medida em que a pós-graduação amplia os conhecimentos dos professores. Eles, consequentemente, fazem esta devolutiva para as salas de aula, melhorando o seu desempenho profissional e também a qualidade da Educação”, afirmou.

A  homologação das inscrições será publicada no site www.campusvirtual.uneb.br, assim como o horário e polo onde os candidatos realizarão as provas, que estão previstas para o dia 23 de setembro, de acordo com o número de inscritos. O resultado final será divulgado a partir do dia 17 de outubro de 2017.

Acesse o edital com todas as informações no Portal da Educação: www.educacao.ba.gov.br

Professores do Sertão Produtivo participam de Formação promovida pela SecultBA

CAPA

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) realizou, entre os dias 18 e 19 deste mês, na Casa Anísio Teixeira, em Caetité, o minicurso Formação de Multiplicadores em Elaboração/Gestão de Projetos, que contou com a participação de professores de escolas estaduais circunscritas ao Núcleo Territorial de Educação do Território do Sertão Produtivo (NTE 13) e teve como mediador o educador e assessor de Cultura, Cléber Eduão. A iniciativa, desenvolvida pelaAssessoria e Consultoria Técnica (Ascontec), visa contribuir para a formação de proponentes na elaboração e gestão de projetos.
Partindo do pressuposto de que educação e cultura não se separam, Cléber Eduão falou sobre a importância do curso“Formação de Multiplicadores/as em Elaboração e Gestão de Projetos”que, mesmo tendo foco específico na cultura, possui um olhar verticalizado para a educação pois “o curso tem o intuito de fornecer instrumentos que apoiem não somente agentes culturais mas também educadoresno processo de organização, de captação de recursos, de participação em editais que abrem tanto pelo Ministério da Cultura quanto pela Secretaria de Cultura do Estado” afirmou ele. Cléber Eduãoacrescentou, ainda, que “o curso contribui não somentepara elaboração de planos de aula mas também para elaboração de projetos culturais nas escolas, além de indicar passos e metodologias para que educadores possam organizar, sistematizar adequadamente suas ideias para colocar em seus projetos”.
O minicurso contou, também, com a participação do representante Territorial de Cultura do Sertão Produtivo da SecultBA, JardielAlarcon, do coordenador local, Fernando Dias, de representantes de vários segmentos da sociedade e de professores envolvidos nos projetos de arte e cultura desenvolvidos nas escolas estaduais, como o professor AdiltonSilveira,do Colégio Estadual de Tanque Novo. Para ele, este curso contribuirá para o desenvolvimento das atividades relacionadas aos Projetos Artísticos e Culturais (AVE, TAL, FACE, PROVE, EPA, DANCE, FESTE, ENCANTE) da Secretaria da Educação do Estado, uma vez que “conseguimos visualizar possibilidades infinitas de parcerias no que diz respeito à realização de oficinas de formação, aprofundamento dos conteúdos específicos de cada linguagem artística, desde a literatura, a pintura, o teatro, a produção de vídeos, a fotografia, a dança e a música, já que cada linguagem dessas tem seus representantes cada vez mais engajados na sua arte”.

Secretaria realiza convocação de aprovados na seleção REDA nesta quarta (9)

myla02
A Secretaria da Educação do Estado publicou no Diário Oficial do Estado (DOE), desta quarta-feira (9), uma nova relação de convocados do processo seletivo simplificado em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA). Estão sendo convocados nove aprovados, por ordem de classificação, para as funções de professor da Educação Básica. A convocação do DOE de hoje inclui, ainda, 77 aprovados para a função de técnico nível médio/mediador do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITec) e oito aprovados para o Ensino Profissional.
Os convocados pelo Diário Oficial desta quarta-feira têm um prazo de 10 dias úteis, a partir de hoje, para comparecer aos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) aos quais pertencem os municípios para quais foram aprovados. É preciso levar uma série de documentos, dentre eles, originais e cópias do CPF, Identidade, certidão de nascimento e de casamento, se for o caso, e da carteira de trabalho.

Secretaria amplia carga horária para Coordenação Pedagógica em tempo integral

inicio-das-aulas-no-colegio-david-mendes-em-2017-087
A Secretaria da Educação do Estado está ampliando a carga horária de coordenadores pedagógicos, como parte das ações estratégicas adotadas para fortalecer o eixo pedagógico das escolas. De acordo com a portaria publicada no Diário Oficial desta terça-feira (8), a medida contempla os coordenadores pedagógicos em exercício nas unidades escolares da rede estadual de ensino, submetidos ao regime de trabalho de 20 horas semanais para, se assim desejarem, apresentarem opção pela prestação de serviços em regime de tempo integral.
“Toda escola com coordenação pedagógica, como propulsor de transformação, é o desafio pautado para toda a Secretaria da Educação. Com esta medida, estamos avançando para que o eixo pedagógico seja fortalecido em todas as escolas”, afirma o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, ao lembrar que, com este mesmo objetivo, a Secretaria convocou, mediante publicação no Diário Oficial do Estado, no início do mês de maio, os coordenadores pedagógicos que estavam fora das escolas para retornar às unidades escolares.
O interesse pela ampliação da carga horária deve ser formalizado mediante RDV (Requerimento de Direitos e Vantagens), com expressa anuência pelo regime de 40 horas semanais, que deverá ser protocolado nos postos dos SAC/Educação ou no Núcleo Territorial de Educação (NTE) ao qual está vinculado. Também é preciso enviar a solicitação através do e-mail  (cargahoraria.cped@educacao.ba.gov.br) para agilização do procedimento de análise, enquanto tramita o processo físico.

Governo leva programação diversificada e serviços à Flica

flica1
“A Flica é um evento de sucesso que já está no calendário nacional da cultura, da literatura e, eu diria, também do turismo”. Esta foi a definição que o governador Rui Costa deu à Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), que há três anos conta com o apoio do Governo do Estado e teve sua nova edição lançada nesta terça-feira (18), em ato no Palácio Rio Branco, na capital baiana. Marcado para acontecer entre os dias 5 e 8 de outubro, o evento contará com programação oferecida pelo governo, destinada aos públicos adulto e infanto-juvenil, concentrada, em sua maior parte, no Espaço Educar para Transformar, instalado na Casa do Iphan, em frente à Câmara Municipal de Cachoeira.
De acordo com Rui, a festa, que está em sua 7ª edição, é referência no segmento e figura entre as três principais no cenário nacional. “Mesmo com essa revolução tecnológica que estamos vivendo, acredito que as coisas não se excluem e vemos isso com o sucesso da Flica. A era digital não exclui a era do papel. O livro impresso continua tendo o carinho das pessoas. Mas o que importa mesmo, independente de ser impresso ou digital, é o conteúdo, a criação, a arte. É a viagem que cada um de nós faz ao ler um livro”, ressaltou o governador.
Consolidada, a Flica recebeu no ano passado o público recorde de 35 mil participantes da Bahia, de outros estados e também do exterior. Além de garantir uma ampla programação e oferta de serviços para o público da festa, o Governo do Estado se destaca como um dos promotores da Flica, cuja realização é viabilizada por meio do programa de incentivos fiscais Fazcultura, uma parceria das secretarias estaduais de Cultura e da Fazenda.
Este ano, as atividades programadas pelas secretarias e órgãos do governo envolvem lançamento de publicações, contação de histórias infantis, exposições, feira de economia solidária e biblioteca móvel. O Serviço de Atendimento ao Cidadão Móvel (SAC Móvel) estará no município no período da festa para atender a população e o público do evento. A programação completa está disponível no site da Flica.
O homenageado desta edição será o poeta e escritor baiano, Ruy Espinheira. “É uma honra ser homenageado nesta edição. Já participei da festa em 2012, num debate, e gostei muito. O público é bastante variado, tem pessoas de todos os lugares do Brasil e também de fora, o que é fundamental para fortalecer o intercâmbio de culturas, para o diálogo e o conhecimento, declarou Espinheira.
Espaço Educar para Transformar 
Durante o evento, as Secretarias do Turismo (Setur) e da Educação do Estado desenvolverão ações no Espaço Educar para Transformar, onde serão exibidos vídeos e desenvolvidas atividades diversas com estudantes. Será disponibilizado ainda material promocional sobre os atrativos turísticos de Cachoeira e de outros municípios que compõem a zona turística Baía de Todos-os-Santos. Entre as atividades previstas, há também a realização de uma pesquisa que vai apontar o fluxo turístico em Cachoeira no período da Festa Literária Internacional e o perfil dos visitantes.
Estímulo à leitura
Atividades culturais envolvendo livro, leitura e literatura serão desenvolvidas pela Secretaria de Cultura do Estado, através da Fundação Pedro Calmon (FPC) e da Fundação Cultural do Estado (Funceb). Entre os destaques da programação estão a Biblioteca Móvel e atividades como oficinas de leitura e de reciclagem, contação de histórias, apresentações teatrais, lançamentos de livros, rodas de conversa, brincadeiras, jogos e espaços de integração.
Já a Secretaria de Educação do Estado vai abrir espaço para que os estudantes da sua rede de ensino apresentem as suas criações nas mais distintas linguagens artísticas, seja por meio da arte literária, das artes visuais, do cinema, da música ou da dança. Os saraus lítero-musicais vão homenagear o escritor Gregório de Matos, que é considerado o primeiro poeta luso-brasileiro.
Economia solidária
Promovida pela Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), a Feira de Economia Solidária vai reunir artesãos do Recôncavo, especialmente das comunidades tradicionais da região. A proposta é que, durante a feira, sejam comercializados, a preços acessíveis, itens de artesanato, moda afro e da culinária típica da região, entre outros produtos.
Autores negros
A Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) participa mais uma vez da Flica, divulgando e valorizando o trabalho dos autores negros. Na sala Milton Santos, do Espaço Educar para Transformar, serão realizados exposições, lançamentos de livros e bate-papo com autores e formadores de opinião.
Fonte: Secom

Mais Futuro realiza pagamento do auxílio permanência para mais de três mil estudantes

mais-futuro5
O Programa Mais Futuro, do Governo do Estado, fez nesta quinta-feira (13) o pagamento do auxílio permanência para 3.206 estudantes inscritos no programa. Até o final do mês de julho será feito o pagamento de outros jovens que ainda estão com pendências de documentação junto às universidades. O pagamento é feito diretamente ao estudante, através de cartão, em conta bancária criada exclusivamente para esta finalidade.
Quatro mil estudantes de universidades estaduais integram o programa Mais Futuro. A iniciativa do Governo do Estado oferece auxílio financeiro para os jovens em condições de vulnerabilidade socioeconômica, participantes do CadÚnico, além de oportunidades de estágio no setor público. O incentivo garante a permanência desses estudantes nas salas de aula e a conclusão dos cursos de graduação
Os jovens que recebem auxílio permanência têm uma bolsa no valor de R$ 300, para quem estuda a até 100 quilômetros de onde mora, e de R$ 600, para os que vivem a uma distância maior. O benefício pode ser concedido desde o primeiro semestre até completar dois terços do curso. No terço final da graduação, os beneficiários terão a opção e prioridade para ingressar em vagas de estágio de nível superior ofertadas por órgãos e secretarias do Governo do Estado.
O programa é voltado para os estudantes das universidades Estadual de Feira de Santana (Uefs), de Santa Cruz (Uesc), do Sudoeste da Bahia (Uesb) e para a Universidade do Estado da Bahia, (Uneb). Ao todo, se inscreveram no programa mais de 5,7 mil jovens e 4 mil deles foram selecionados nesta primeira etapa. Entre eles, 3.600 receberão o auxílio financeiro, chamado auxílio permanência, e os 400 estudantes restantes terão a oportunidade de estagiar em órgãos do governo baiano. Estes são os primeiros quatro mil estudantes do programa que vai investir R$ 50 milhões até 2018, apostando na educação dos jovens baianos.

Secretaria lança Diretrizes para a Educação Inclusiva na Bahia

09_8
O atendimento aos estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação na Bahia ganhou, nesta sexta-feira (7), um marco histórico e orientador das práticas pedagógicas dos professores e a organização das estruturas escolares. Trata-se das Diretrizes para a Educação Inclusiva no Estado da Bahia, documento lançado pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, no auditório da Biblioteca Central do Estado da Bahia (Barris), em Salvador.
Durante o lançamento, o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, destacou este como um instrumento que consolida a política da Educação Inclusiva na Bahia. “O primeiro passo, agora, vai ser trabalhar as diretrizes da Educação Inclusiva de forma integrada, aproveitando uma estrutura muito bem consolidada que já existe nos Centros de Atendimento Especializado, a exemplo do Pestalozzi, e, a partir do levantamento do que acontece em cada escola e com o envolvimento de todos os professores e profissionais que trabalham na área, vamos tratar o tema como uma política importante e não como algo periférico”. Pinheiro também anunciou que um concurso público, previsto para este ano, contemplará professores e coordenadores pedagógicos especializados nesta área.
Educação Inclusiva na rede
A rede estadual conta com Atendimento Educacional Especializado (AEE), que hoje está disponível para mais de oito mil estudantes com necessidades educacionais especiais. São 65 Salas de Recursos Multifuncionais (SEM), 12 Centros de Atendimento Educacional Especializado e seis instituições conveniadas. Os alunos são atendidos nas escolas da rede e nos Centros de Educação Especial, dentro de suas especificidades, para que possam participar ativamente do ensino regular. No ato da matrícula, a família pode escolher a escola da sua conveniência e a Secretaria providencia os meios para que o estudante acesse e permaneça na referida unidade escolar.
Para a coordenadora de Educação Inclusiva do Estado, Patrícia Braile, as diretrizes irão qualificar ainda mais o atendimento a estes estudantes. “Este é um momento histórico, porque há mais de 40 anos não se publicava um documento sobre a Educação Inclusiva no Estado. Existia esta dívida com a sociedade. A partir de agora, vamos todos – Secretaria da Educação, escolas, centros – concentrar esforços para que as diretrizes se concretizem no cotidiano, através de práticas pedagógicas inclusivas”, afirmou a gestora.
A solenidade contou ainda com a participação de representantes dos conselhos estadual e municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência e de instituições que atuam no atendimento educacional especializado para este público, bem como estudantes, professores e pesquisadores.
O presidente da Federação das Associações de País e Amigos de Excepcionais (APAES), Derval Freire, também falou da importância da implantação de novas diretrizes na Educação Inclusiva. “Trata-se de um documento muito esperado pela necessidade de que a Educação Inclusiva na Bahia seja fortalecida. Teremos um norteador no campo educacional para as pessoas que necessitam de um cuidado especial possam ser atendidas dentro de suas especificidades”.
O lançamento das Diretrizes para a Educação Inclusiva no Estado da Bahia teve a participação do Coral Vozes do Colégio Estadual Vitor Soares, que abriu o evento com canções populares, e da estudante com deficiência intelectual, Fernanda Souza, 31 anos, 6º ano do Ensino Médio, também do Vitor Soares, que assumiu o posto de cerimonialista.
01_32