Secretaria da Educação do Estado realiza inscrições para inserção dos jovens no Primeiro Emprego

17311290_1287021404680653_6088591956167077176_o

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia, através do Programa Primeiro Emprego, está promovendo a ampliação de oportunidades de inserção de jovens no mundo do trabalho formal. Para participar do programa e ter a primeira experiência profissional, os estudantes que estão concluindo os cursos técnicos de nível médio e egressos, até o ano de 2015, da rede estadual de Educação Profissional, devem se inscrever no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br), disponibilizando dados como telefone, e-mail e endereço. A outra alternativa para se cadastrar no Primeiro Emprego é ir direto na unidade escolar onde está matriculado ou concluiu o curso técnicos de nível médio.

A inscrição é essencial para que os estudantes sejam contratados. A convocação para as vagas é feita pelo SineBahia, através de publicação no Diário Oficial. O convocado também é acionado por telefone. Depois, o SineBahia encaminha os técnicos para os órgãos e empresas participantes do Primeiro Emprego. Os empregos serão oferecidos na área de estudo de cada jovem, tanto em órgãos públicos quanto na iniciativa privada.

Seleção – O programa é promovido pelo Governo do Estado e representa uma ação social de combate ao desemprego dos jovens. Além da oportunidade de trabalho, também melhora o aprendizado, pois o preenchimento das vagas depende do desempenho escolar dos estudantes. Eles são selecionados por curso e município com base em um ranking, de acordo com a performance escolar durante a formação profissional.

A técnica em Administração Leice Monique de Freitas, 21 anos, já está trabalhando na área através do programa. Ela se formou em 2015, no Centro Estadual de Educação Profissional em Alimentos e Recursos Naturais Pio XII (CEEP), em Jaguaquara (337 km de Salvador), no Centro-Sul baiano. “É muito bom poder atuar na área e colocar em prática tudo o que aprendi. Esta é uma grande oportunidade, porque estou trabalhando na minha própria cidade e na secretaria do CEEP, onde me formei”, afirma.

A meta do programa é oferecer nove mil vagas até 2018. Até agora, quase quatro mil jovens já foram convocados. A remuneração nas instituições privadas é a partir de um salário mínimo. Nos órgãos estaduais, além do salário mínimo, o contemplado tem direito a benefícios como plano de saúde (Planserv), vale-transporte e alimentação. Em ambos os casos, os estudantes terão suas Carteiras de Trabalho assinadas e todos os direitos garantidos.

Acesse todas as informações sobre o cadastramento no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br/primeiroemprego).

 

untitled-7_2 untitled-8_1

Ministério da Educação anunciou mudanças no Enem

projeto-orientacao-vocacional2
O Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciaram, na manhã da quinta-feira, 9, em coletiva de imprensa, as mudanças previstas para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017.
O ministro da Educação, Mendonça Filho, destacou a importância do debate e das mudanças para o aprimoramento do exame. “Com essas medidas, nós estamos buscando um aperfeiçoamento operacional do exame e deixaremos prontas todas as adequações futuras pelas quais o Enem terá que passar em decorrência da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que nós esperamos que esteja pronta este ano”, destacou.
A presidente do Inep, Maria Inês Fini, revelou que um dos pontos fortes da mudança é o reforço na segurança do candidato e do resultado do Enem. “Agora, o participante vai se sentir extremamente confortável por poder realizar a prova identificada. Ele vai realizar a prova com o nome dele e o cartão de resposta também terá sua própria identificação. Isso aumenta muito a segurança de cada participante.”
Confira as mudanças:
Datas – A partir de agora, o Enem – que continuará sendo realizando em dois dias e no formato de provas impressas – passa a ser aplicado em dois domingos seguidos, e não mais em um único fim de semana.
Redação ­– Também atendendo a milhares de solicitações, a redação passa a ser realizada no primeiro domingo, juntamente com as provas de linguagem, código e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos. No segundo domingo serão realizadas as provas de matemática e ciências da natureza e suas tecnologias, com 4 horas e 30 minutos de duração.
Certificação – O Enem deixa de certificar o ensino médio, o que volta a ser feito pelo Exame Nacional de Certificação de Jovens e Adultos (Encceja), que é o exame adequado para esse fim, em uma parceria com estados e municípios.
Segurança – Os participantes receberão cadernos de questões personalizados (identificado com seu nome e número de inscrição), juntamente com os cartões de resposta encartados na prova, com seu nome e número de inscrição. Até 2016, os participantes recebiam o cartão de resposta separado da prova e faziam a identificação com a cor de sua prova. A novidade dos cadernos personalizados reforça a segurança dos quatro cadernos diferentes e identificados por cores.
Atendimento – A aplicação em dois domingos soluciona a situação dos sabatistas, que acessavam o local de prova no mesmo horário dos demais, mas só começavam a responder as questões às 19h. Os participantes que guardam o sábado por questões religiosas, e representaram 76 mil inscrições em 2016, não ficarão mais submetidos ao confinamento de 5 horas.
Outra mudança é em relação ao atendimento especializado. A solicitação de tempo adicional deverá ser feita no ato da inscrição e não mais na hora da prova. As pessoas com deficiência e que, por esse motivo, precisam de tempo extra, terão que inserir um documento comprobatório que motive a solicitação desse atendimento.
Isenção – O Ministério da Educação seguirá concedendo a gratuidade para concluintes do ensino médio de escolas públicas e pessoas contempladas pela Lei 12.799/2013, que dispõe sobre a isenção de pagamento de taxas para inscrição em processos seletivos de ingresso nos cursos das instituições federais de educação superior. Passam a ser beneficiados os cadastrados no CadUnico junto ao Ministério de Desenvolvimento Social e Reforma Agrária.
A comprovação, a partir do Enem 2017, será mais completa. O participante deverá informar, no ato da inscrição, seu número de Identificação Social (NIS). O sistema de inscrição permitirá busca automática. Em situação excepcional, o participante poderá declarar que atende às condições do decreto e da lei que permitem a gratuidade, mas se for verificado que a declaração é inverídica o candidato pode ser eliminado em qualquer etapa do processo. Até 2016, o benefício era concedido mediante autodeclaração e não havia nenhuma verificação da conformidade da informação.
Em 2016, os pagantes representaram 23% (2 milhões) do total de inscritos e 77% dos inscritos não pagaram a taxa. Desses, 59% tiveram a carência deferida por comprovarem baixa renda e 18% por estudarem em escola pública.
Consulta – Disponível de 18 de janeiro a 17 de fevereiro, a consulta pública sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) teve 601.352 respostas. A população foi consultada sobre três aspectos. A primeira pergunta questionava se a aplicação deveria manter o formato atual, em dois dias, ou ser realizada em apenas um dia, com uma prova de até 100 questões e redação, e 5 horas e 30 minutos de duração. Trinta e seis por cento dos respondentes votaram por prova em um dia, mas a maioria, 63,7%, preferiu a manutenção em dois dias.
A segunda pergunta complementava a anterior ao consultar a população se, caso o exame continuasse sendo aplicado em dois dias, quais deveriam ser essas opções. Quarenta e dois por cento votaram por provas em dois domingo seguidos, 34% por domingo e segunda-feira (que se tornaria um feriado escolar), e 23%, a minoria, votaram pela manutenção das provas no sábado e domingo de um mesmo fim de semana. A terceira questão buscou a opinião dos brasileiros sobre a aplicação do Enem por computador, mas 70% votaram contra.  Também foi dada ao participante a oportunidade de fazer sugestões para o aprimoramento do exame em um texto de, no máximo, 300 caracteres.
Enem 2017
As inscrições para o Enem 2017 serão realizadas entre 8 e 9 de maio. Segundo o MEC as provas estão previstas para os dias 5 e 12 de novembro, dois domingos.  O Enem 2017 terá seu resultado divulgado em 19 de janeiro de 2018 e continuará oferecendo resultados por área de conhecimento, individual de cada participante e da base consolidada para uso nos programas governamentais Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Financiamento Estudantil (Fies) e Universidade para Todos (ProUni), entre outros. Mas não haverá mais resultado do Enem por escola. O Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) do ensino médio passará a ser universal e não mais amostral para escolas públicas e privadas. Isso permitirá o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) por escola.
*Com informações do MEC

Estudantes baianos apresentam projetos em Feira de Ciências na USP

visita-pinheiro-febrace

Esta semana está sendo de muito aprendizado e troca de experiência para os estudantes da rede estadual que estão apresentando seus projetos científicos na 15ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE). A maior feira da área do país acontece, até o dia 27 de março, na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP). Os projetos, selecionados pela relevância e alcance social, foram desenvolvidos em sala de aula, no âmbito do Projeto Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado da Bahia. O secretário da Educação Walter Pinheiro esteve na FEBRACE, nesta terça-feira (21), para acompanhar o desempenho dos estudantes.

O dia foi dedicado à apresentação dos projetos para uma comissão de avaliadores da FEBRACE. Os profissionais conferem a relevância social dos projetos, como foram desenvolvidos, como interferiram no processo de ensino e de aprendizagem, o que apresentam em termos de Ciência, Inovação, Empreendedorismo e Intervenção Social. O objetivo também é analisar questões como domínio de conteúdo, argumentação e outras habilidades dos alunos.

De acordo com o professor Alaércio Peixoto de Jesus, responsável por orientar os estudantes Jade Aisline dos Santos e Leandro Andrade Santos, criadores do projeto “O uso de agrotóxicos na agricultura familiar miguelense (São Miguel das matas – BA): uma relação PIBIC e Escola”, do Colégio Estadual Aldemiro Vilas Boas, de São Miguel das Matas, a FEBRACE tem proporcionado novas experiências, diálogos, socialização e aprendizado prático para os estudantes. “Acredito que a experiência de passar por mais um tipo de avaliação torna um meio de aprendizagem para o desenvolvimento de habilidades sociais e de comunicação, além de divulgação dos projetos, ideias e do fazer ciência”, destaca o educador.

A estudante Jade Aisline dos Santos, 16, do Colégio Estadual Aldemiro Vilas Boas, em São Miguel das Matas (148 km de Salvador), foi avaliada pelo projeto que desenvolveu juntamente com o colega Leandro Andrade. Independente do resultado, ela diz que o processo é agregador. “Ser avaliado faz com que nosso projeto seja melhorado porque aprendemos várias técnicas com os avaliares e que podemos repassar para os colegas na nossa unidade escolar”, comenta.

Já Ailana Kely de Souza, 19, conta que a apresentação na Feira está sendo muito importante para a divulgação da pesquisa “Análise físico-química e sensorial da farinha de aipo: uma nova alternativa alimentar para os celíacos”, realizada com a colega Rayanne Benevides Santos, no Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira (CEEP), localizado em Ilhéus (452 km da capital). “Estou tendo a oportunidade de conhecer outros projetos e novas pessoas, além de ajudar na escolha da carreira que devo seguir quando terminar o curso”, diz a estudante.

Para a orientadora deste projeto, Margarete de Araújo, a participação na FEBRACE é muito importante para a manutenção da iniciação científica na escola. “Com as palestras, os trabalhos dos outros estudantes e com os contatos com professores de outras escolas é possível obter informações atualizadas sobre o movimento da pesquisa científica no Brasil e enriquecer os conhecimentos”, explica a professora.

Veja os outros projetos apresentados na FEBRACE

“Análise físico-química e sensorial da farinha de aipo: uma nova alternativa alimentar para os celíacos” – Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira – Ilhéus. Estudantes: Ailana Kely Farias de Souza e Rayanne Benevides Santos. Orientadora: Margarete Correia de Araújo e coorientadora: Maria Iracy Franca Lacerda Sousa.

“Biomassa de banana verde como fonte alternativa de alimentação – II Fase” – Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Grande – Barreiras. Estudante: Tailan Silva de Melo. Orientadora: Luíza Idiane de Sousa Dias e coorientador: Rodrigo Arlindo Porto Wanderley Moreno.

O uso de agrotóxicos na agricultura familiar miguelense (São Miguel das matas – BA): uma relação PIBIC e Escola” – Colégio Estadual Aldemiro Vilas Boas – São Miguel das Matas. Estudantes: Jade Aisline Sousa dos Santos, Leandro Andrade Santos. Orientadora: Alaércio Moura Peixoto de Jesus e coorientadora: Floricéa Magalhães Araújo.

“Toxicidade de plantas medicinais em larvas do mosquito Aedes Aegypti” – Colégio Estadual Geovania Nogueira Nunes – Itatim. Estudantes: Cristiana Aparecida Nogueira Couto e Noemy de Souza Queiroz. Orientadora: Karine Najla Souza de Jesus.

“Voice Amplifier: Amplificador de voz de baixo custo, para professor da rede pública de ensino” – Colégio Estadual César Borges – Valente. Estudantes: Ilana Macêdo de Jesus e Laíce Araújo Lopes. Orientador: Cristiane Maria de Freitas Ribeiro e coorientador: Glaibson Santos Oliveira.

 

Secretaria inscreve professores para curso de Educação Científica

feira-de-ciencias-iceia3
A Secretaria da Educação do Estado da Bahia abriu, na terça-feira (7), as inscrições para o curso “Ciência na Escola: Repensando a Prática de Ciência no Ensino Médio”. O curso é voltado para professores do Ensino Médio, cujas escolas aderiram ao projeto Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado. O objetivo da formação é fortalecer a Educação Científica na Educação Básica, por meio da promoção de projetos de pesquisa a serem desenvolvidos por estudantes e orientados por professores. As inscrições podem ser realizadas, até 20 de março, pelo Portal da Educação.
As aulas acontecem de 3 de abril a 30 de novembro deste ano. São ofertadas 1.080 vagas em todo o Estado, 40 por Territórios de Identidade. O resultado será divulgado no dia 23 de março, no Portal da Educação. O curso, com carga horária de 80h, será dividido entre aulas presenciais e à distância. As aulas presenciais serão realizadas nas sedes dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE) e as demais, pelo ambiente virtual do Instituto Anísio Teixeira (IAT). Um dos principais desdobramentos que se espera da formação é a apresentação de projetos de iniciação científica dos estudantes na Feira de Empreendedorismo, Ciência e Inovação da Bahia (FECIBA).
Podem participar docentes com carreira do magistério público do Ensino Médio do Estado da Bahia e que possuem formação acadêmica específica nas áreas de Ciência da Natureza (Física, Química, Biologia e Ciências) e Ciências Humanas (Geografia, História, Sociologia e Filosofia). Além de atuar em alguma escola que aderiu ao Projeto Ciência na Escola, o candidato deve ter disponibilidade para viagens.
A formação visa, ainda, fortalecer os currículos das escolas estaduais por meio da Educação Científica e Empreendedora, Inovações Tecnológicas e a valorização dos docentes, conforme explica a coordenadora geral do Programa Ciência na Escola, Shirley Costa. “Com esta formação, os professores terão os meios necessários para motivar e despertar nos estudantes a curiosidade em identificar e buscar soluções para os problemas de suas comunidades locais”, destaca.

Governo convoca mais 3.655 jovens para o mercado de trabalho

17218412_1406761146058224_8229876998929546733_o
O Programa Primeiro Emprego, do Governo do Estado, convoca mais 3.655 egressos dos cursos técnicos da Rede Estadual de Educação Profissional. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, nesta terça-feira (14), por meio das suas redes sociais. A lista dos convocados está disponível no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (15).
Os beneficiários atenderão a demanda de nove secretarias, quatro universidades estaduais, um instituto e uma empresa pública. Os jovens devem comparecer entre os dias 15 e 24 de março às unidades do SineBahia de sua cidade ou do município mais próximo, com os seguintes documentos: Carteira de Trabalho e Previdência Social e CPF. Quem não atender à convocação no prazo determinado perderá o direito à vaga.

VEJA A LISTA DE CONVOCAÇÃO
Lançado em novembro do ano passado, o Programa Primeiro Emprego tem como meta preencher, apenas no setor público, 4,5 mil vagas até novembro de 2017 e outras 4,5 mil até novembro de 2018. Ao conquistar a vaga, intermediada pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), os egressos terão carteira de trabalho assinada e todos os direitos garantidos.
O contrato tem duração de 24 meses no Estado, já as empresas particulares têm a prerrogativa de definir se haverá a continuidade do contrato. A remuneração nas instituições privadas é a partir de um salário mínimo, já nos órgãos estaduais, o contemplado terá salário mínimo, plano de saúde (Planserv) e vale transporte.
Seminario de acolhimento 1º emprego na educação Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Secretaria divulga diretrizes para eleição dos colegiados escolares

colegiado-nova
As escolas da rede pública estadual de ensino já podem iniciar a mobilização dos membros da comunidade escolar para participar da gestão da escola. Trata-se da eleição do Colegiado Escolar biênio 2017/2019, que será realizada nas escolas, no período de 8 a 12 de maio. Na quinta-feira (8/3), foram divulgadas no Diário Oficial do Estado, as diretrizes e os procedimentos básicos para o processo eletivo do Colegiado Escolar nas unidades de ensino.
O Colegiado Escolar tem a função de promover a participação e acompanhamento das ações pedagógicas, administrativas e financeiras da escola. Ele é composto pelo diretor da escola e representantes de professores, funcionários, estudantes, pais, mães ou responsáveis.
De acordo com a Coordenadora de Articulação dos Núcleos Territoriais de Educação da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, Andréa Liger, em relação aos familiares, para participar do colegiado, os interessados devem entrar em contato com a direção da escola e se informar sobre os procedimentos. “Já estamos preparando a equipe técnica que vai realizar a formação dos gestores escolares, por meio de encontros, em todos os NTEs, com o objetivo de formar as Comissões Eleitorais Escolares”, destaca.
A coordenadora também informa que, a partir dessa formação com os gestores das unidades de ensino, serão realizadas as atividades nas escolas para a eleição. “A importância dessa ação é a possibilidade que toda a comunidade escolar tem de se fazer representada nos processos decisórios da escola e a possibilidade de colaborar para a melhoria da qualidade da escola pública”, conclui a coordenadora.

O NTE-13 realizou Encontro com as U.E.E. PROEMI e PROEI

CAPA

O Núcleo Territorial de Educação de Caetité – NTE/13 realizou na última sexta-feira (10) um Encontro com os Gestores, Coordenadores e Professores das Unidades Escolares Estaduais contempladas com o Programa de Educação Integral, para orientá-los sobre a elaboração da Proposta de Redesenho Curricular – PRC na plataforma do PDDE Interativo.

O evento foi organizado pela equipe da CODEB – Coordenação de Educação Básica e conduzido pela Coordenadora Profª. Anaíde Fernandes e pela Coordenadora Pedagógica Cleide Neves de forma a proporem discussões e esclarecimentos a partir dos temas em pauta.

Nesse âmbito, foi discutido ainda sobre a proposta de Educação Integral do MEC/SEC e a respeito da definição das questões relacionadas à implantação e operacionalização do PROEMI nas U.E.E. circunscritas ao NTE 13, considerando os seguintes pontos: Estruturação das oficinas;Oferta de matrícula: obrigatória ou opcional; Organização pedagógica (conteúdo, metodologia e avaliação).

Houve uma Mesa Redonda“Socialização das boas práticas com o PROEMI nas escolas” com a Gestora do Colégio Estadual Tereza Borges de Cerqueira, Profª. Marizete Teixeira e o Gestor do Colégio Estadual Antônio Batista, Prof. Valdimir Reis onde compartilharam as experiências vividas nas respectivas escolas

Em seguida houve a apresentação da proposta de formação continuada dos profissionais em serviço do estado da Bahia pelas Formadoras CFP/IAT Núbia Silveira e Judite Azevedo.

Para finalizar houve a socialização de informações sobre os Projetos Artísticos e Culturais 2017 – Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), Tempo de Arte Literária (TAL), Produção de Vídeos Estudantis (PROVE), Dança Estudantil (DANCE), Festival Estudantil de Teatro (FESTE), Encontro de Canto Coral Estudantil (Encante), Artes Visuais Estudantis (AVE) e Educação Patrimonial e Artística (EPA) pelas Articuladoras Profª. Cida Carvalho e Profª. Marlene Carvalho.

Para o Diretor André Brandão que participou ativamente do evento “O Encontro foi muito importante, pois pudemos socializar as experiências exitosas das escolas que já aplicam o PROEMI com as que estão iniciando, além de alinhar as ações pedagógicas para o sucesso das oficinas neste ano letivo de 2017”.

20170310_095236 20170310_100020 20170310_100213 20170310_100405 20170310_141423 20170310_152546 20170310_161414 20170310_164233 IMG-20170310-WA0024 IMG-20170310-WA0041 IMG-20170310-WA0042 IMG-20170310-WA0049 IMG-20170310-WA0065     20170310_095340  20170310_093921 20170310_094000 20170310_093752  20170310_093430 20170310_093504 20170310_093525 20170310_093535 20170310_093613 20170310_093634 20170310_093641

Dia Internacional da Mulher é comemorado pelos estudantes do C.E.U.

0

 

 

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, os estudantes do Colégio Estadual de Urandi – C.E.U., localizado na cidade de Urandi, estão realizando hoje várias atividades referentes a esta data, ressaltando a força e o poder das mulheres no decorrer dos anos.

Com muito entusiasmo e gratidão, os estudantes homenagearam cinco mulheres que fizeram parte da história da Unidade Escolar como as ex-professoras, Lílian, Edith Meireles, Alfrida, Isaura Reis e a merendeira Anita, ambas aposentadas, que até hoje são lembradas carinhosamente por todos pela sua garra e determinação.

Dando continuidade à programação, houve declamação da poesia “Super Mulher” pelas alunas do 3º Ano do Ensino Médio, Daniela Alves e Juliane Tolentino, seguida da apresentação da peça teatral “Mulher pobre, Mulher rica” coordenada pelo Prof. Joelson.

Outra atividade marcante deste dia foi a palestra com as Advogadas Carol e Milena, ex-alunas da Instituição, que com muita firmeza e competência abordaram sobre a Lei Maria da Penha.

Dessa forma as atividades serão encerradas à noite com a realização de um círculo de palestras onde Enfermeiros e Profissionais de Educação Física explanarão sobre os seguintes temas: Câncer de mama, Câncer do cólon do Útero, Atividades físicas para mulheres e sobre Depressão.

 

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Secretaria apresenta plano de trabalho para diretores dos 27 NTE

capa
O secretário da Educação da Bahia, Walter Pinheiro, realizou encontro, nesta segunda-feira (20), com os diretores dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE). A reunião, que aconteceu na sede do órgão, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), apresentou o plano de trabalho para os anos de 2017-18, com enfoque no fortalecimento do coordenador pedagógico nas unidades, assim como, as novidades e parcerias que irão auxiliar a educação em toda a rede estadual.
Para o secretário, os núcleos têm que contribuir na reformulação da educação, partindo de uma gestão que respeite o conceito territorial. Pinheiro pautou como principal desafio da Educação o desenvolvimento do eixo pedagógico e disse que a secretaria está trabalhando para que todas as escolas passem a contar com uma coordenação pedagógica. “Pedagogia não é uma agenda. Toda escola com coordenação pedagógica é o desafio pautado para toda a Secretaria da Educação, que se coloca como ferramenta, como apoio”, afirmou.
Pinheiro ainda falou sobre como secretaria pretende aumentar a aproximação com os Núcleos. “Estamos criando a Coordenação de Núcleos Territoriais com a função de ampliar essa relação, dando todas as condições para realizarmos um trabalho focado nos aspectos específicos de cada território”. Outra iniciativa destacada é a reestruturação do Instituto Anísio Teixeira, que passará a atuar na formação de professores de forma territorial, em parceria com as universidades públicas estaduais e federais na Bahia, além dos institutos federais.
A diretora Solange Sampaio, do Núcleo Territorial de Educação do Litoral Sul (NTE 5), falou sobre a importância do encontro. “Essa reunião foi fundamental pois apresenta as ações da secretaria para efetivar as atuações dos Núcleos em suas regiões. Ficamos muito satisfeitos pela criação da coordenação, pois é algo que já vínhamos sinalizando essa necessidade e nesse momento é anunciado essa aproximação tão esperada”, enfatizou.
Já para o diretor Ricardo Moraes, do Núcleo Territorial de Educação do Sudoeste Baiano (NTE 20), o momento “foi essencial pois mostra o perfil desta gestão que dá um novo redimensionamento no sentimento da escola, resgatando o perfil pedagógico e o papel da escola”, pontuou.
Projetos
O secretário também apresentou novos projetos que serão desenvolvidos na rede estadual, como o projeto Inove Educação, desenvolvido em parceria com o Google para a disponibilização gratuita da plataforma Google Apps para Educação.  O aplicativo Google Sala de Aula disponibiliza um Ambiente Virtual de Aprendizagem de última geração, dinamizando os processos de ensino e aprendizagem e configurando uma rede social de conhecimentos que integra estudantes e professores.
Pinheiro ainda citou a implantação de novos Centros Juvenis de Ciência e Cultura, hoje presentes em cinco municípios; das Escolas Culturais, que disponibilizarão cursos e ferramentas para fomentar a produção audiovisual, além de salas de exibição; dos Escritórios Criativos, para fomentar o empreendedorismo; o desafio de conectar todas as escolas através da banda larga; além da realização do Virtual Educa 2018, na Bahia.
O secretário informou que serão investidos mais de R$ 90 milhões para assegurar a recuperação e a manutenção de escolas, além de novos investimentos em mobiliário, bibliotecas, material didático e de R$ 32 milhões na aquisição de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar.
dsc0323 dsc0328 dsc0347 dsc0357

Inscrições para o Sisu são prorrogadas até domingo (29)

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou as inscrições dos estudantes no Sistema de Selação Unificada (Sisu) até as 23h59 do próximo domingo (29). O prazo estava previsto para terminar hoje (27). O ministério decidiu prorrogar após estudantes terem relatado dificuldades para acessar o sistema. O resultado está mantido para segunda-feira (30).

Ao todo, são 238.397 vagas em 131 instituições públicas, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais.

O Sisu seleciona os estudantes com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Cabe a cada instituição definir o cálculo que utilizará para a seleção dos novos alunos. Para participar do processo, o estudante não pode ter tirado nota zero na redação do exame. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem em 2016.

O período de matrícula será de 3 a 7 de fevereiro. Os candidatos que não forem selecionados na chamada regular poderão participar da lista de espera, entre 30 de janeiro e 10 de fevereiro. Esses candidatos serão convocados a partir do dia 16 de fevereiro, caso haja vagas remanescentes.

Fonte: Agência Brasil